Ao utilizar o website da Pedra e Decoração está a concordar com a utilização de Cookies.

Salamandra a Pellets: como fazer a manutenção?

Por suporte 23/03/2017 0 Comentários

Salamandra a Pellets: qualidades e cuidados na manutenção

As alternativas aos equipamentos de aquecimento tradicionais estão cada vez mais a fazer furor.

Vejamos o exemplo da salamandra a pellets. Para começar, este tipo de equipamento não queima a típica lenha, o que só traz vantagens: sendo assim, deixa de existir vestígios de fumo numa habitação e extingue-se igualmente aquele odor desagradável que teima em ficar quer na roupa, quer nos móveis.

Eis outra qualidade a que podemos associar qualquer salamandra a pellets: a verdade é que este tipo de aquecimentos nem sequer necessita da chaminé tradicional.

Conclusão: há a possibilidade de uma salamandra a pellets ser instalada em qualquer espaço de uma determinada habitação.

Existe somente uma única condição: cada uma das salamandras a pellets tem de contar com uma saída para o exterior para que se consiga libertar o dióxido de carbono, que advém do processo de queima de todos os pellets.

Julga que a salamandra a pellets somente se destaca pela sua funcionalidade? Então, está na hora de apresentar o elevado valor estético deste aparelho.

Há vários exemplos desta qualidade no mercado, mas sempre podemos distinguir a marca Skia, que, inclusive, é disponibilizada pela Pedra e Decoração.

Esta marca de salamandra a pellets inclui alguns valores de grande relevância: desde confiança a um custo acessível, sem esquecer, como é óbvio, um design de meter inveja até aos mais criativos!

Sim, é verdade: perante os parágrafos acima, é impossível negar que uma salamandra a pellets tem inúmeros benefícios.

No entanto, na mesma proporção, existem certos cuidados a seguir para uma correcta manutenção de uma salamandra a pellets.

Que tal seguir os nossos conselhos?

1. Recorra sempre a umas lenhas de maior densidade. É o caso da azinheira e do carvalho, uma vez que são excelentes em termos de consumo, de rendimento e de condução, apesar de dificultarem o processo de acendimento. Já agora, fique ainda a saber que a lenha de eucalipto tem igualmente um altíssimo valor energético.

2. Seca, seca... e seca! É assim que deve estar a lenha! Quando se encontra lenha verde ou molhada, acontece uma condensação na câmara de combustão e o vidro fica sujo.

Sabia que há recuperadores de calor a preços acessíveis? salamandras a pellets

Já que está a seguir os (preciosos) conselhos da Pedra e Decoração, anote também dicas importantes para assegurar a melhor manutenção de recuperadores de calor a preços acessíveis. Por exemplo, não se assuste se nas duas primeiras vezes em que recorrer ao recuperador, houver a libertação de uma névoa intensa, acompanhada por um forte cheiro.

Tudo se deve ao facto de o equipamento ser novo.

É ainda aconselhável que acenda sempre os recuperadores de calor a preços acessíveis através de uma lenha de dimensões reduzidas e de combustão bastante facilitada - o pinho seco é um dos principais exemplos.

Para sua segurança, evite que a lenha rebole contra o vidro.

Também é preciso tomar bastante atenção na altura de adquirir os seus pellets.

Por exemplo, não há nada como testar um ou dois sacos (entre os 15 quilos e os 30 quilos), antes da compra: é uma das melhores maneiras para ter a certeza de que está a comprar a madeira ideal.

Se não resistiu à modernidade e ao bom gosto da salamandra a pellets, contacte-nos através do número 917 499 157 ou do e-mail geral@pedradecoracao.pt