Ao utilizar o website da Pedra e Decoração está a concordar com a utilização de Cookies.

O que escolher: salamandras a lenha ou a gás?

Por suporte 23/03/2017 0 Comentários

As salamandras a lenha são óptimas para recordar tempos felizes e para aproveitar momentos românticos 

Mal chega a época de descida de temperaturas, há uma dúvida que invade o espírito dos mais friorentos: como é que se pode proteger do fresquinho do Outono e do gelo do Inverno? Optando por salamandras? E qual é o tipo de combustão mais apropriado: a lenha ou a gás?

Realmente, esta é uma questão longe de gerar consenso.

Por um lado, as salamandras a lenha têm a vantagem de proporcionar uma visão única (e até mágica) das labaredas.

Os equipamentos que funcionam a lenha ainda se encontram associados a estados de espírito que aquecem a alma, mesmo naquelas noites mais frias.

Junto de uma salamandra a lenha, os mais velhos recordam tempos felizes da juventude em que passavam serões a jogar às cartas com os familiares e amigos ao pé desses equipamentos.

Já os mais novos aproveitam para namorar: afinal de contas, os aquecimentos com combustão a lenha são sinónimo de muito romantismo…

As marcas reconhecem essas vantagens e, por esse motivo, disponibilizam um vasto leque de opções para quem simplesmente não consegue atravessar um longo e gelado Inverno sem umas boas salamandras a lenha.

É o caso da empresa Stûv, cujos até incluem um design minimalista, mas repleto de linhas sofisticadas. 

«Amigos do ambiente» e elegantes: eis algumas das qualidades das salamandras a gás

Mas as salamandras a lenha têm um rival à altura: o aquecimento a gás.

Uma das principais qualidades é a ecologia.

É que as salamandras a gás dispensam a utilização de madeira e, por consequência, nem sequer existe a produção de cinzas.

No entanto, este tipo de equipamentos é igualmente perfeito não só para quem é «amigo do ambiente», mas também para os friorentos que adoram uma peça de decoração, repleta de bom gosto.

salamandras

Os produtos da gama Faber têm a capacidade de dar um tom mais elegante a um Inverno triste, cinzento… e longo.

Vejamos o caso do modelo Kolding MV, perfeitamente adaptável a todo o tipo de lares: desde os espaços com um estilo mais moderno até às divisões um pouco clássicas.

De resto, este exemplar combina o bom gosto estético com uma extrema funcionalidade, como o comprovam a câmara de combustão de ferro fundido e o sistema concêntrico.

Deve-se destacar ainda outro produto: o Farum.

Sabia, por exemplo, que este é um modelo bastante prático? A verdade é que basta carregar no botão de um comando para iniciar o aquecimento – o que até representa um benefício, face às salamandras a lenha.

O Farum consegue ainda ser instalado em qualquer espaço – mesmo que este tenha pequenas dimensões.

Apenas é preferível que os ambientes sejam modernos para combinar com o estilo minimalista típico do século XXI desta peça. 

A Pedra e Decoração disponibiliza salamandras a lenha e a gás que se adequam aos mais diversos gostos