Ao utilizar o website da Pedra e Decoração está a concordar com a utilização de Cookies.

Marcas apostam em salamandras a lenha ousadas

Por suporte 23/03/2017 0 Comentários

Focus e Splend são apenas algumas das marcas que apostam na produção de salamandras a lenha

Se sempre pensou que as salamandras a lenha não são um equipamento versátil, nem nunca julgou que estas peças se podiam transformar num importante elemento decorativo… o melhor é pensar mesmo duas vezes! Nos últimos anos, diversas marcas têm apostado cada vez mais na produção de salamandras a lenha que não só se destacam pela sua funcionalidade, mas também por um exigente gosto estético.

Com um trabalho que conta com mais de quatro décadas, a Focus (fundada por Dominique Imbert) já tem angariado reconhecimentos e prémios um pouco por todo o mundo, devido às suas peças que nunca deixam ninguém indiferente! 

O artigo Stofocus é disso um excelente exemplo.

Afinal de contas, esta peça prova que as salamandras a lenha podem quebrar a monotonia na decoração da sala de estar, através de fachadas ousadas e inovadoras, associando-se a criatividade à funcionalidade.

O Stofocus conta igualmente com um acabamento interno de alto desempenho e com tijolos refractários. salamandras a lenha

A marca Splend também tem criado salamandras a lenha que rimam com novidade! Destaque para a Salamandra Versus 1000.

Sendo o modelo mais avançado desta gama, trata-se de uma salamandra giratória, com porta de abertura lateral, cortina de ar, alimentação directa de ar exterior e regulador de combustão.

De resto, a salamandra Versus 1000 inclui uma potência calorífica entre os 10 e os 14 Kw.

Para além de aquecer o corpo e a alma, este aparelho é um regalo para os olhos, graças ao seu design sofisticado e sóbrio. Há ainda as salamandras a lenha Bravo, que contam com uma forma oval muito própria, proporcionando ainda um máximo conforto. 

Já conhece as salamandras a pellets? São equipamentos ecológicos e económicos... 

Apesar de tantos encantos, proporcionados por diversas marcas, as salamandras a lenha ganharam recentemente um concorrente à altura: os aquecimentos a pellets.

Mas que vantagens é que tem este tipo de aparelhos? Em primeiro lugar, dispensam a tradicional queima da lenha, o que elimina muitos problemas, como o fumo em casa ou o odor característico na roupa e nos móveis.

A acrescentar que estes aquecimentos não necessitam da chaminé tradicional, ou seja, podem ser instalados em qualquer divisão da casa, visto que têm de ter apenas uma saída para o exterior para a libertação do dióxido de carbono, resultante da queima dos pellets.

Por outro lado, as salamandras a pellets são aparelhos económicos: calcula-se que, por ano, um cliente consome, em média, uns 20 sacos de pellets (o que equivale a 300 kg).

A lembrar que os pellets são um tipo de madeira que está isento de humidades e resinas, o que permite uma combustão quase total.

A empresa Pedra e Decoração disponibiliza uma variedade de salamandras a lenha e de aquecimentos a pellets.

Conheça cada um desses artigos