Por defeito, este site usa cookies. Estes cookies destinam-se a otimizar a sua experiência de navegação neste site. Saiba mais

Xisto com muita procura para pavimentos e combustível

Por suporte 23/03/2017 0 Comentários

Ideal para pavimentos e revestimentos, o xisto é, por definição, uma camada de rocha sedimentar que contém matéria orgânica e é criada a altas pressões e temperaturas.

A matéria orgânica encontra-se disseminada na rocha, que, uma vez aquecida, original um óleo, que pode ser refinado.

Este óleo, denominado óleo de xisto, é muito procurado, dado tratar-se de um valoroso combustível, em muito idêntico ao próprio petróleo.

Como, a partir do óleo de xisto, é possível produzir gás combustível (o chamado gás de xisto), enxofre e até gasolina, o xisto é hoje uma rocha muito procurada por motivos que vão bem para além dos pavimentos ou revestimentos.

Esse óleo pode ser extraído, sobretudo, a partir do xisto betuminoso e há estimativas que apontam para que a sua quantidade seja quatro vezes superior à das actuais reservas mundiais de petróleo.

Xisto é hoje muito procurado para pavimentos e revestimentos e também por causa do seu valor energético

Xisto VerdeExistem dois tipos de xisto: o betuminoso e o pirobetuminoso.

No primeiro - xisto betuminoso -, a matéria orgânica é quase líquida e pode ser extraída com bastante facilidade.

Nesta rocha, a matéria orgânica é também denominada betume.

No xisto pirobetuminoso, a matéria orgânica solidifica quando é exposta à temperatura do ar.

Neste caso, dá-se o nome de querogénio à matéria orgânica, que depois é transformada em betume.

A maior reserva mundial de xisto é nos Estados Unidos da América, país seguido de perto pelo Brasil, pela Estónia e pelos «gigantes» China e Rússia.

A exploração de xisto é, no entanto, dispendiosa, trabalhosa e poluente, o que a torna pouco atraente.

Só no Brasil, existem quase dois biliões de barris de óleo de xisto, sendo processadas diariamente mais de 7800 toneladas de xisto betuminoso.

Esse xisto permite produzir mais de cem toneladas de gás combustível e quase meia centena de toneladas de gás liquefeito de xisto, assim como setenta e cinco toneladas de enxofre. 

Impacto ambiental da exploração de óleo de xisto pode ser grande para rios e mares

No entanto, o impacto ambiental desta exploração pode incluir a poluição dos rios e emissões gasosas de enxofre, com um elevado risco de combustão.

Em Portugal, o xisto é bastante utilizado em pavimentos e revestimentos.

Sendo uma rocha de construção tradicional, existem, em vários pontos do país, as chamadas Aldeias de Xisto, povoações em que as casas são feitas exclusivamente deste material e que são actualmente uma grande atracção turística.

O xisto tem uma aparência igualmente muito atractiva, sendo por isso bastante utilizado em revestimentos e pavimentos, garantido um design e um aspecto decorativo bastante atractivos.

Nesse sentido, o xisto é também muito utilizado na própria construção civil de habitações de qualidade superior. 

Para mais informações sobre xisto para revestimentos, contacte um especialista da Pedra e Decoração