Ao utilizar o website da Pedra e Decoração está a concordar com a utilização de Cookies.

Já pensou em recuperadores de calor? Por falar em economia...

Por suporte 23/03/2017 0 Comentários

recuperador de calorgigafocus

Os recuperadores de calor vieram introduzir todo um novo conceito de aquecimento no mercado.

Para além das tradicionais lareiras, é hoje possível encontrar equipamentos altamente eficazes e económicos a preços competitivos.

Como funcionam os recuperadores de calor?

Existem, para além dos tradicionais sistemas a lenha ou pellets, alternativas de recuperadores de calor a gás e a bioetanol pelo que este tipo de equipamento oferece uma variedade sem fim de alternativas consoante os requisitos de cada cliente.

São fabricados em ferro fundido, ou chapa de aço, e a sua estrutura inclui uma porta de vidro vitrocerâmico de abertura lateral ou guilhotina para permitir o acesso ao combustível de forma segura e cómoda, assim como o total visionamento da chama.

Comparativamente às lareiras, têm a mais valia importantíssima de oferecer um rendimento muito superior.

As lareiras, que possuem normalmente estruturas muito maiores, acabam por produzir menos energia e calor uma vez que esta tem mais espaço por onde se dissipar, e o facto de as lareiras possuirem chaminé acaba por também promover este facto.

A energia escapa para o exterior através dessa saída, pelo que grande parte do calor produzido efectivamente não é aproveitado.

Uma vez que os recuperadores de calor possuem um maior controlo sobre a combustão e uma área menor, a produção de energia e calor é muito mais controlada.

Têm também a vantagem de permitir o reaproveitamento da energia, que vai sendo recuperada à medida que é produzida.

Os recuperadores de calor são uma solução económica?

Os recuperadores de calor possuem várias características vantajosas em relação às lareiras, apresentando-se como alternativas agradáveis, económicas e eficazes.

Uma vez que não necessitam de chaminé tradicional, podem ser instalados em qualquer local da casa.

Isto torna-os equipamentos portáteis, de fácil instalação e manuseamento.

Pelo contrário, uma lareira implica normalmente uma construção no local, que para além de impedir a sua mudança para outro local, implica custos mais elevados de instalação.

Este tipo de equipamentos são caracterizados como sendo económicos em grande parte pela utilização de pellets como combustível.

Os pellets, compostos a partir de subprodutos naturais como as apareas de madeira e a serradura têm um teor de humidade bastante reduzido e isento de resinas, o que permite a combustão quase total e a produção mínima de resíduos resultantes da queima, como é o caso das cinzas.

Esta especificidade aliada ao facto de se tratarem de compostos de tamanho reduzido permitem, por um lado, um controlo confortável das dosagens para queima, e por outro lado, um rendimento elevado da combustão e da produção de calor, o que acaba por justificar o investimento aquando da compra do recuperador de calor e dos próprios sacos de pellets.

Existe ainda a possibilidade de controlar a temperatura, de forma a manter o espaço num ambiente agradável sem excesso de produção de calor, o que também proporciona maior rendimento do combustível.

Para além do aspecto financeiro, existe um outro impacto muito positivo da aquisição de um recuperador de calor.

Estes equipamentos possuem um funcionamento extremamente fácil e seguro, pelo que o início daqueima está acessível através do simples accionar de um botão.

A chama surge, na maioria dos casos, ao fim de 3 minutos, e a autonomia dos recuperadores de calor depende da capacidade do seu depósito, mas chega a ser superior a 20 horas.

Desta forma permitindo um maior conforto e tornando desnecessário o controlo constante da chama, pelo que pode sentar-se e desfrutar do fogo sem se preocupar com a sua manutenção.

Como pode ver, trata-se de uma opção de aquecimento económica e rentável que poderá transformar por completo o seu Inverno.

Do que está à espera?