Ao utilizar o website da Pedra e Decoração está a concordar com a utilização de Cookies.

Conhece as lareiras a bioetanol da Horus?

Por suporte 23/03/2017 0 Comentários

Bioetanol: uma fonte de energia perfeita para os dias mais frios

Se quando lê “lareiras a bioetanol”, franze a testa por não fazer ideia de que tipo de aquecimento se trata, então este texto é para si.

Antes de mais, saiba que o bioetanol é uma substância de origem biológica e agrícola, sendo produzida a partir de matérias vegetais.

Logo, este líquido é considerado uma energia renovável.

Por exemplo, os vegetais que têm sacarose ou amido, como é o caso da beterraba ou do trigo, respetivamente, podem ser transformados para produzir bioetanol, obtido através da fermentação do açúcar extraído da planta açucareira, por exemplo.

Deste modo, a sua combustão não emite substâncias nocivas, produzindo unicamente anidrido carbónico e vapor de água.

Como é de origem 100% vegetal, é inexistente a emissão de dióxido de carbono para a atmosfera.

Além desta vantagem ecológica sobre a lenha, o bioetanol garante ainda um maior poder calorífico: 1 litro de bioetanol queimado por hora desenvolve uma potência de 5.250 Watts.

As lareiras a bioetanol da Horus têm inúmeras vantagens e agradam a todos os gostos! Conheça-as!

Com uma fonte de energia tão especial, é óbvio que as lareiras a bioetanol só podiam ser os equipamentos perfeitos para se proteger do frio deste inverno.

Graças à sua facilidade de acendimento e de manutenção, as lareiras a bioetanol podem substituir perfeitamente a tradicional lareira a lenha.

Por outro lado, apesar de a forma de combustão ser diferente, a visão do fogo é, praticamente, a mesma.

Entre as várias vantagens das lareiras a bioetanol, está o facto de esta fonte de energia não precisar de chaminé, por não deitar qualquer fumo e porque as emissões são muito fracas.

A destacar ainda o facto de ser de fácil transporte.

 

As lareiras a bioetanol, disponibilizadas pela gama Horus, destacam-se pela sua funcionalidade e por terem chamas tão belas que aquecem o corpo e a alma.

É o caso da peça Flower.

Desenhada por Paolo Grasselli, este equipamento não é de todo uma lareira comum.

Afinal, conta com uma chaminé em forma de folha de ferro com as pétalas dobradas.

Ou seja, apesar de respeitar a tipologia tradicional da chaminé de parede, o aspeto da flor refina a sua aparência, tornando-a mais elegante e agradável à vista.

Invulgarmente atrativa, esta lareira é um dos aparelhos mais requisitados da gama Horus, devido às suas formas inovadoras e esteticamente agradáveis, aliadas ao vermelho vivo do fundo e ao amarelo do fogo da chama.

foto-biside-vertical-45

Destaque ainda para a Bi-Side Vertical 45, que é um bom exemplo de como os aquecimentos a bioetanol também podem se transformar em lareiras rústicas.

Tal como o próprio nome indica, é uma lareira a bioetanol retangular vertical e, acima de tudo, uma solução leve e versátil, destinada para a incorporação ou para o revestimento que abriga o queimador.

Para harmonizar a presença da lareira com outras peças de mobiliário ou com os acabamentos de um novo espaço, estão disponíveis variados quadros para a conclusão do aquecimento.

De resto, os acabamentos foram escolhidos para corresponder a todos os estilos de vida.

Logo, os modelos Bi-Side Vertical 45 podem tanto se transformar em lareiras rústicas como em modernos equipamentos de aquecimento.

É importante garantir a correta manutenção de lareiras a bioetanol

Apesar de ter uma longa lista de vantagens, é preciso sempre contar com alguns cuidados para a manutenção de lareiras a bioetanol.

Por isso, por exemplo, é aconselhável que limpe periodicamente o aquecimento com um pano húmido e com um detergente não abrasivo.

Aliás, é expressamente proibido utilizar produtos químicos e abrasivos nos queimadores e restantes peças das lareiras.

Caso contrário, o equipamento poderá ficar com danos permanentes.

Para uma boa manutenção de lareiras a bioetanol, os aquecimentos ainda devem estar dotados de um sistema que permita apagar de imediato a chama (com um regulador de abertura de queimador).

Saiba mais sobre as lareiras a bioetanol da Horus em www.pedradecoracao.pt