Por defeito, este site usa cookies. Estes cookies destinam-se a otimizar a sua experiência de navegação neste site. Saiba mais

Recuperadores de calor a pellets: vantagens e cuidados

Por suporte 23/03/2017 0 Comentários

Por que é que os friorentos devem contar sempre com recuperadores de calor a pellets?

Embora a expressão «recuperadores de calor a pellets» ainda não faça parte do dicionário de uma boa parte dos friorentos, a verdade é que este tipo de equipamentos traz inúmeras vantagens para quem não suporta as baixas temperaturas que teimam em não subir, principalmente nos meses de Inverno.

Mas o que distingue os recuperadores de calor a pellets dos aparelhos com outros meios de combustão? recuperadores de calor a pellets

Por um lado, estes aquecimentos permitem uma boa poupança.

Afinal de contas, calcula-se que, por ano, um cliente consome, em média, uns 20 sacos de pellets, o que equivale a uns 300 kg.

A recordar também que os pellets são um tipo de madeira que tem um reduzido nível de humidades e de resinas, permitindo uma combustão quase total.

Por outro, os recuperadores de calor a pellets têm um elevado poder calorífico, com valores que rondam os 4.000 e os 4.500 Kcal/kg.

O grande grau de compactação, a uniformidade, o baixo nível de humidade e a alta densidade são os principais motivos para que os pellets aqueçam tanto!

Deve-se igualmente destacar que estes são uns equipamentos bastante práticos.

Afinal de contas, basta carregar em apenas um botão para que se inicie a ignição da madeira.

De resto, os recuperadores de calor a pellets podem ser instalados em qualquer divisão da casa.

Atenção: ao se instalar recuperadores de calor a pellets, deve-se confirmar as dimensões do espaço onde o equipamento será colocado

As vantagens dos recuperadores de calor a pellets são tão elevadas como os cuidados que cada utilizador deve ter com estes aparelhos.

Tudo começa já na própria instalação dos recuperadores de calor a pellets.

Por exemplo, durante esse processo, é obrigatório verificar se as condutas estão desobstruídas e, caso estas não sejam utilizadas há já algum tempo, o melhor é pedir a um especialista para as examinar.

Para além disso, é necessário confirmar se as dimensões do espaço onde irá decorrer a instalação de recuperadores de calor a pellets têm uma distância de 15 cm entre as paredes laterais do recuperador e as paredes do espaço e 5 cm entre a parede do fundo do recuperador e a parede do espaço.

Eis outro conselho extremamente importante: antes de adquirir uma grande quantidade deste tipo de madeira, teste um ou dois sacos (15 a 30kg) para se certificar de que é o ideal para o seu equipamento e que tem alguma qualidade.

Nunca esquecer que a qualidade dos pellets mede-se pela quantidade de calor que emitem e pela quantidade de resíduos que deixam no seu queimador ou cinzeiro (pequeno depósito onde ardem os pellets).

Quanto menos resíduos ou cinzas os pellets deixarem, melhor.

A Pedra e Decoração disponibiliza uma vasta gama de recuperadores de calor a pellets para assegurar um inverno bem quentinho